EUA nomeiam general John Allen como enviado especial para coalizão contra EI

  • Por Agencia EFE
  • 13/09/2014 23h37

Washington, 13 set (EFE).- O secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, anunciou neste sábado a designação do general reformado John Allen como enviado especial para a coalizão global para combater o grupo jihadista Estado Islâmico (EI).

“O general ajudará a construir e manter a coalizão para que possa operar através de múltiplas linhas de ação para degradar e destruir o Estado Islâmico”, explicou Kerry em comunicado.

Os EUA defenderam a formação de uma “ampla coalizão” para acabar com o EI, que se estendeu por uma faixa de território entre Iraque e Síria, e nas últimas semanas decapitou dois jornalistas americanos e hoje mesmo anunciou que fez o mesmo com um voluntário britânico.

Allen teve uma carreira militar de destaque na qual, entre outros postos, desempenhou o de chefe das tropas da Otan no Afeganistão entre 2011-2013.

Durante a Guerra do Iraque, o general Allen serviu como subcomandante na província de Al Anbar, onde teve um papel importante no fortalecimento das relações com as tribos sunitas.

Allen desenvolveu um plano de segurança para a Faixa de Gaza durante a tentativa fracassada de Kerry de fechar um acordo de paz entre israelenses e palestinos.

O subsecretário de Estado adjunto Brett McGurk, que foi assessor e conselheiro de Estado dos EUA para Assuntos iraquianos, será seu número dois.

“Ambos começarão a trabalhar imediatamente”, disse Kerry.

O secretário de Estado está em viagem pelo Oriente Médio e Europa para somar apoios internacionais para formar uma aliança global para lutar contra o EI. EFE