Eventual vitória em Alepo não irá encerrar a guerra, diz Assad

  • Por Estadão Conteúdo
  • 08/12/2016 15h35
Presidente Sírio Bashar Al-Assad deu entrevista à TV oficial do País

O preside da Síria, Bashar Assad, afirmou nesta quinta-feira, que uma eventual vitória do exército os rebeldes que controlam Alepo será “um grande ganho” para seu governo, mas que não deve encerrar a guerra civil que assola o país.

Seus comentários foram feitos enquanto tropas pressionavam o cerco contra o enclave rebelde no leste da maior cidade do país, em grandes avanços que eram praticamente impensáveis no início do conflito, que está no seu sexto ano.

Profundamente dividida desde que 2012, mais de três quartos do setor rebelde estão agora sobre controle do governo, incluindo o simbólico quartel general da cidade antiga. Mais de 30 mil dos cerca de 275 mil habitantes que ainda estão na região deixaram-na em direção do Oeste.

Nesta quinta-feira (8), ativistas de oposição afirmaram que o bombardeio foi intenso nas regiões ainda mantidas por rebeldes. A Cruz Vermelha diz ter retirado 148 pessoas com deficiência ou problemas de saúde na cidade velha.