Ex-comandante da Força Aérea turca confessa ter planejado golpe, diz mídia local

  • Por Estadão Conteúdo
  • 18/07/2016 14h01
Arkan Ozturk

O ex-comandante da Força Aérea da Turquia, Akin Öztürk, confessou, nessa segunda-feira (18), ter tomado parte na tentativa fracassada de golpe de Estado do final de semana, de acordo com a agência estatal de notícias Anadolu.

Öztürk e outros 26 generais e almirantes compareceram à corte, na capital, Ancara, em meio a um clima bastante tenso, após o governo deter mais de 7,5 mil pessoas por supostamente terem participado da tentativa de derrubar o governo.

Em uma audiência a portas fechadas, o militar teria admitido planejar o golpe, afirmou a Anadolu.

Ainda não se sabe se Öztürk tinha representação legal desde que, no fim da semana passada, fora detido. Imagens de televisão pró-governo mostraram imagens do brigadeiro com escoriações no rosto e bandagem em uma das orelhas.

Não foi possível confirmar, de forma independente, o conteúdo do depoimento de Öztürk.