Exército iraquiano mata 64 jihadistas no norte e no oeste de Bagdá

  • Por Agencia EFE
  • 21/07/2014 17h23

Bagdá, 21 jul (EFE).- As forças de segurança do Iraque mataram nesta segunda-feira 64 jihadistas do grupo extremista Estado Islâmico (EI) em operações realizadas no norte e no oeste de Bagdá, informou à Agência Efe uma fonte de segurança.

Na operação mais mortífera, o exército abateu 59 homens armados do grupo em bombardeios e confrontos na região de Al Carma, a 50 quilômetros a oeste de Bagdá.

Outros cinco jihadistas morreram em choques entre os integrantes do EI e as tropas iraquianas apoiadas por combatentes tribais no leste da população de Al Daluaya, 90 quilômetros ao norte da capital.

Após esses enfrentamentos, as forças iraquianas tomaram o controle da cidade de Al Mashrua, ao leste de Al Daluaya, que estava sob poder dos insurgentes sunitas.

O Iraque vive uma grave crise desde 10 de junho, quando grupos insurgentes sunitas tomaram o controle de Mossul, a segunda cidade do país, e dali avançaram para outras zonas do norte e do centro do país.

Em 29 de junho o EI declarou um “califado islâmico” que vai da província síria de Aleppo até Diyala, medida rejeitada por outros grupos rebeldes dos dois países. EFE