Exército libanês toma controle de bairro em Trípoli e põe fim aos combates

  • Por Agencia EFE
  • 27/10/2014 14h58

Beirute, 27 out (EFE).- O exército do Líbano conseguiu nessa segunda-feira tomar o controle no bairro de Bab el Tebaneh, na cidade de Trípoli, após fazer o mesmo na região de Akkar, na fronteira com a Síria, pondo fim a três dias de combates com grupos extremistas.

De acordo com a imprensa libanesa, estes enfrentamentos deixaram pelo menos 19 mortos, entre eles 11 soldados, e mais de uma centena de feridos.

O exército também tomou o controle do setor onde fica a mesquita Masaud, também em Bab el Tebaneh, tomada como refúgio pelos extremistas que fugiram dos antigos mercados de Trípoli depois de serem expulsos pelos militares.

Apesar de os combates terem acabado, as Forças Armadas, que exigiram em comunicado a rendição dos islamitas, continuam a perseguição, em algumas ocasiões apoiados por helicópteros.

As operações dos militares receberam apoio unânime dos grupos e partidos libaneses.

Mais de uma centena de pessoas foram detidas por seu envolvimento na violência no norte do país.

Ontem à noite, membros dos serviços de Inteligência do exército conseguiram libertar um dos dois militares sequestrados em Bab el Tebaneh durante os combates.

Enquanto isso, o grupo jihadista Frente al Nusra, que junto com o grupo extremista Estado Islâmico tem em seu poder 27 soldados e policiais libaneses, voltou a adiar, pela terceira vez, a execução de um dos reféns sem informar sobre uma nova data, segundo a agência de notícias turca “Anatólia”.

Desde a explosão do conflito na Síria, em março de 2011, aumentaram os atentados, sequestros, enfrentamentos armados e outros atos violentos no Líbano, dividido entre os partidários e opositores ao presidente sírio, Bashar al Assad. EFEks/cd