Explosão deixa 7 mortos em campo de deslocados no norte da Nigéria

  • Por Agencia EFE
  • 11/09/2015 13h20

Lagos, 11 set (EFE).- Pelo menos sete pessoas morreram e outras 20 ficaram feridas na explosão de uma bomba nesta sexta-feira em um campo de deslocados internos em Yola, no norte da Nigéria, informou a Agência Nacional de Gestão de Emergências (NEMA).

A explosão aconteceu às 10h50 (horário local, 6h50 de Brasília) em uma das lojas situadas ao lado do armazém do campo de Malkohi, em Yola, capital do estado de Adamawa.

O campo de refugiados já foi evacuado e os feridos foram transferidos ao hospital para receber atendimento médico, afirmou à Agência Efe o porta-voz da NEMA, Sanni Datti.

Por sua parte, o exército nigeriano também confirmou a explosão através do Twitter, mas por enquanto não proporcionou nenhuma informação sobre as vítimas.

Cerca de 2,1 milhões de pessoas tiveram que fugir de seus lares na Nigéria e se refugiaram em outras áreas do país devido à violência do grupo islamita radical Boko Haram, segundo os últimos dados divulgados pela Organização Internacional de Migrações (OIM).

Embora ninguém tenha assumido o ataque de hoje, todas as suspeitas apontam para o Boko Haram, que mantém uma sangrenta campanha de terror no norte do país.

Até agora, em 2015, o grupo jihadista matou mais de 2.400 pessoas na Nigéria, Chade, Camarões e Níger apesar da crescente pressão militar dos países da região.

A expectativa é que nas próximas semanas uma força multinacional, que conta com o respaldo da União Africana e das Nações Unidas, seja enviada à região para combater os terroristas. EFE