Exportações brasileiras de café crescem em volume e faturamento em agosto

  • Por Agencia EFE
  • 08/09/2014 21h07

São Paulo, 8 set (EFE).- As exportações de café do Brasil tiveram um aumento em agosto em termos de volume (13,4%) e faturamento (40,1%) em comparação com o mesmo mês do ano anterior, segundo o balanço divulgado nesta segunda-feira pelo Conselho de Exportadores de Café (CeCafé).

O CeCafé informou que o país vendeu para exterior 3,01 milhões de sacas de 60kg em agosto, que representaram um faturamento de US$ 565,7 milhões, segundo um comunicado.

No acumulado entre janeiro e agosto, o Brasil exportou 23,6 milhões de sacas, o que equivale a US$ 4 bilhões, um crescimento de 18,1% em volume e de 14,6% em faturamento em comparação com os oito primeiros meses de 2013.

Para o diretor-geral do CeCafé, Guilherme Braga, “o volume exportado no período janeiro-agosto confirma o bom desempenho das exportações em 2014 e está alinhado com a expectativa de que o ano civil termine com entre 34 milhões e 35 milhões de sacas exportadas, ou seja, um crescimento de entre 8% e 11% em relação a 2013”.

“Os preços, da mesma forma, continuam em processo de melhoria, como está ocorrendo há alguns meses e em agosto não foi diferente, com um aumento de 23,6% em comparação com o mesmo mês do ano passado, o que é satisfatório para o cálculo em termos de faturamento neste ano”, acrescentou Braga, segundo a nota.

Do café exportado pelo Brasil entre janeiro e agosto de 2014, 81,6% foi da variedade arábica, a de maior qualidade; 9,9% correspondeu ao café solúvel, 8,4% ao robusto, o tipo de menor qualidade, e 0,1% ao tostado e moído.

Até o momento, os Estados Unidos foram o principal destino das exportações brasileiras de café em 2014, com 5 milhões de sacas, 25,88% a mais que no período entre janeiro e agosto do ano passado; seguido por Alemanha, com 4,4 milhões e um crescimento de 30,7% em relação ao mesmo período, e Itália, com 1,7% e uma aumento de 5,66%. EFE