Exportações do agronegócio caem 2,1% nos oito primeiros meses de 2014

  • Por Agencia EFE
  • 09/09/2014 18h04

Rio de Janeiro, 9 set (EFE).- O agronegócio brasileiro faturou US$ 67,6 bilhões em exportações no acumulado dos primeiros oito meses do ano, o que representa uma queda de 2,1% em comparação com o mesmo período de 2013, segundo dados divulgados nesta terça-feira pelo Ministério da Agricultura.

O complexo soja liderou o ranking do setor, com US$ 27,2 bilhões, e destaque ficou por conta das vendas do produto em grãos, que atingiram 41,9 milhões de toneladas, crescimento de 13% em relação a 2013. No entanto, os embarques renderam 14% a menos aos produtores, devido ao aumento da oferta global impulsionado pelas grandes safras mundiais.

Na sequência vem a indústria da carne, que faturou US$ 11,3 bilhões. O destaque foi a carne bovina, que registrou aumento de 3,5% em faturamento e 9% em volume.

Nos oito primeiros meses do ano, as exportações de papel e celulose atingiram US$ 4,8 bilhões, e as de madeira chegaram a US$ 1,73 bilhão.

As vendas de café no exterior também cresceram, alcançando US$ 4 bilhões, crescimento de 14,8% em relação ao mesmo período do ano passado.

Nos últimos 12 meses, entre setembro de 2013 e agosto deste ano, o agronegócio brasileiro faturou US$ 98,5 bilhões em exportações. No período, 77% das vendas externas foram de origem vegetal (US$ 75,9 bilhões) contra apenas 23% de origem animal (US$ 22,6 bilhões).

O Brasil, um dos maiores produtores mundiais de alimentos, colherá uma safra recorde de 193,6 milhões de toneladas de grãos, superior em 2,8% à de 2013 (188,2 milhões de toneladas), segundo previsão divulgada hoje pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

A balança comercial do país nos oito primeiros meses do ano teve superávit de R$ 249 milhões (US$ 113,8 milhões) e foi sustentada, principalmente, pelo desempenho do agronegócio. EFE