Falhas em trens interrompem circulação da Linha 11-Coral por mais de uma hora

  • Por Estadão Conteúdo
  • 08/06/2016 09h31

Estação Guaianases da CPTM lotada após falha em trem e paralisação da Linha-11 Coral

Estação Guaianases da CPTM lotada após falhas em trens - rep twitter

A Linha-11 Coral, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), ficou paralisada entre Guaianases e Tatuapé, zona leste da capital paulista, na manhã desta quarta-feira, 8, por mais de uma hora, desde as 8h. Situação começou a se “normalizar” após as 9h20, de acordo com a CPTM. As Estações Tatuapé, Corinthians-Itaquera, Dom Bosco, José Bonifácio e Guaianases foram fechadas para conter o fluxo de passageiros.

Às 6h30, uma composição apresentou problemas na Estação Dom Bosco e ficou parada por 20 minutos, provocando lentidão em toda a extensão da linha. Às 7h20, outro trem teve falha em Corinthians-Itaquera e ainda não foi retirado da via, segundo a CPTM.

Os problemas provocaram caos na Estação Guaianases. Os passageiros que esperavam na plataforma 1 foram informados de que os trens só sairiam na plataforma 4, mas isso não aconteceu. As pessoas foram orientadas por funcionários a utilizar ônibus ou outros ramais da CPTM. A Linha 12-Safira ficou lotada por causa da falha na 11-coral.

Por volta das 7h20, os passageiros começaram a desistir de embarcar e deixaram a Estação Guaianases. Usuários caminharam pela via e houve confusão no local. Em entrevista ao Bom Dia São Paulo, da TV Globo, o gerente de relacionamento da CPTM, Sergio de Carvalho Jr., pediu compreensão à população e disse que não havia condições de retomar a circulação dos trens. “Quem puder, saia de Guaianases e vá para a Estação Itaquera de ônibus.”

Quinze minutos depois, um trem chegou a sair da Estação Guaianases em direção à Luz na plataforma 2, mas a CPTM informou que haveria nova interrupção e os passageiros desembarcaram. Não há previsão de normalização da linha.

O Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência (Paese) foi implantado, e os passageiros estão sendo levados de Corinthians-Itaquera até Guaianases.