Falta de matéria-prima provoca escassez de cerveja em Cuba

  • Por Agencia EFE
  • 16/08/2014 00h21

Havana, 15 ago (EFE).- A cerveja, bebida muito consumida em Cuba e especialmente no verão, tem faltado estes dias na ilha devido a uma “afetação produtiva” por falta de matéria-prima, publicou nesta sexta-feira a imprensa local.

A cevada maltada, principal ingrediente para a elaboração da cerveja, faltou no primeiro quadrimestre do ano na empresa mista “Bucaneiro” o que provocou o desabastecimento da bebida na rede de comércio estatal.

A empresa “Bucaneiro” produz quatro marcas de cervejas, a que leva seu nome e “Cristal”, “Cacique” e “Mayabe”.

A “Cristal” representa 47% da produção total e estudos de mercado revelaram que é a marca preferida pelos cubanos, pelo sabor, cor clara, textura espumosa, suave e leve.

Março o plano de produção da cervejaria cubana diminuiu 28%, o que impactou negativamente e representará 12% no acumulado do ano, explicou o diretor Sergio Luzardo.

Embora a partir de maio a produção de cerveja tenha se estabilizado, o nível de venda não deve estar estabilizado até setembro.

A imprensa também assinalou que o estoque e o aumento dos serviços de restaurantes particulares, conhecidos popularmente como “paladares” também são responsáveis pela falta de cerveja no mercado local.

“A cerveja “Cristal” é um produto “estrela” no país e atualmente se chegarrm cem caixas se vendem no dia”, disse um empregado de um estabelecimento estatal.

A “Cristal”, conhecida popularmente como “a preferida”, recebeu em 2007 a Medalha de Ouro na Feira Internacional Limpe-Selection por “sua excelência e sabor” mantido em seus 80 anos de existência. EFE