Felino em perigo de extinção é achado pela primeira vez em 12 anos no Camboja

  • Por Agencia EFE
  • 04/09/2015 12h00

Phnom Penh, 4 set (EFE).- Três exemplares de gato-pescador, uma espécie de felino em perigo de extinção, foram fotografados no Camboja por um grupo conservacionista 12 anos depois das últimas provas oficiais da existência do mamífero, informaram nesta sexta-feira fontes conservacionistas.

Um grupo de pesquisadores captaram com uma armadilha fotográfica o trio de animais nas reservas naturais Peam Krosaop, na província de Koh Kong, e no parque Ream, na sulina província de Sihanoukville, indicou o Centro Cambojano para a Conservação da Biodiversidade em comunicado.

As fotos são a segunda prova da existência do felino no país asiático desde 2003, sem incluir os confiscos de contrabando de fauna cuja origem é difícil de determinar.

O líder do projeto, Ret Thaung, indicou que o grupo começará um plano de conservação da espécie nos lugares onde foi documentada sua existência, assim como de outros espécies protegidas autóctones.

“Acreditamos que o gato-pescador tenha sido extinto no Vietnã, no Laos não há registros oficiais, e na Tailândia e Camboja há poucas informações sobre a espécie”, advertiu Thaung.

O felino habita zonas pantanosas do Sul da Ásia e está ameaçado pelo contrabando de espécies protegidas, a destruição de seu entorno pela intrusão do ser humano e a sobrepesca, segundo a Associação para a Defesa da Natureza (WWF, em sua sigla em inglês). EFE