FMI mantém crescimento mundial em 3,5% em 2015 e aumenta para 3,8% em 2016

  • Por Agencia EFE
  • 14/04/2015 12h13

Washington, 14 abr (EFE).- O Fundo Monetário Internacional (FMI) manteve nesta terça-feira sua previsão de crescimento mundial em 3,5% para este ano e aumentou um décimo, até 3,8%, para 2016, em um cenário “desigual” no qual as economias avançadas recuperam impulso e as emergentes se desaceleram.

Na dianteira estão os Estados Unidos, que registrou um “vigoroso” comportamento e crescerá acima de 3% em 2015 e 2016, enquanto a zona do euro mostra sinais de alta, segundo o FMI indica no relatório “Perspectivas Econômicas Globais”.

Por outro lado, as economias emergentes, que impulsionaram a economia global durante os piores momentos da crise, encaram um cenário marcado pelo arrefecimento da China, as dificuldades da Rússia e a aguda contenção da América Latina.

O gigante asiático deverá crescer 6,8% neste ano e 6,3% em 2016, sem mudanças em suas previsões; e será superado pela Índia, que avançará 7,5% nos próximos dois anos, um ponto a mais que o esperado em janeiro.

Já a Rússia enfrenta uma situação complicada: encolhimento de 3,8% neste ano e de 1,1% no próximo como consequência dos baixos preços do petróleo e das persistentes tensões geopolíticas na Ucrânia.

Além disso, América Latina terá que navegar em um panorama de fraqueza econômica, no qual deverá crescer apenas 0,9% em 2015 e 2% em 2016, quatro e três décimos a menos do que o esperado em janeiro, e com três economias em recessão: Argentina, Brasil e Venezuela. EFE