FMI: taxa de crescimento potencial global caiu desde início do século

  • Por Agencia EFE
  • 07/04/2015 14h53

Washington, 7 abr (EFE).- A taxa de crescimento potencial global diminuiu nos últimos anos como consequência do envelhecimento da população e a menor produtividade, informou nesta terça-feira o Fundo Monetário Internacional (FMI).

Apesar da tendência ter subido nos primeiros anos do século 21, o FMI apontou a crise financeira como o início da desaceleração da taxa de crescimento potencial (em um ambiente de inflação estável).

Nos anos prévios à recessão, o crescimento potencial das economias avançadas chegou a 2,4%, enquanto entre 2008 e 2014 este índice se reduziu para 1,3%.

Para o período 2015-2020 o FMI prevê uma leve aceleração, até 1,6%. Economias avançadas, como Japão, Canadá e Alemanha, foram especialmente afetadas, segundo o FMI.

O organismo disse que a única maneira de resistir a esta tendência é implementar reformas estruturais para melhorar a formação dos trabalhadores e potencializar o investimento e o desenvolvimento.

O FMI também propõe como solução conjuntural aproveitar as baixas taxas de juros generalizadas atualmente para aumentar o investimento público em infraestrutura.

Este processo também começou a ser verificado nas economias, e a taxa de crescimento potencial desceu para 6,5% entre 2008 e 2014, 2% a menos do que no começo da crise, e se situará em torno de 5,2% nos próximos cinco anos.

Estes dados fazem parte dos capítulos analíticos do relatório “Perspectivas Econômicas Globais”, cujas previsões de crescimento para a economia global serão apresentados na semana que vem. EFE