Forças de segurança russas matam 4 supostos islamitas no Daguestão

  • Por Agencia EFE
  • 18/01/2014 08h26

Moscou, 17 jan (EFE).- Soldados das forças de segurança russas mataram neste sábado quatro supostos guerrilheiros islamitas que haviam se entrincheirado em uma casa em Mahatchkala, a capital da república do Daguestão, informou o Comitê Nacional Antiterrorista (CNA) da Rússia.

“Os bandidos foram mortos quando tentavam romper o cerco”, afirmou o CNA em comunicado divulgado pela imprensa russa.

Segundo a versão do CNA, organismo que coordena o trabalho das forças de segurança na luta antiterrorista, antes do tiroteio uma mulher e três crianças conseguiram sair da casa onde haviam sido cercados os supostos guerrilheiros.

Fontes da polícia local informaram à agência “Interfax” que os islamitas poderiam ter sido os autores do atentado com explosivos ontem à noite junto a um restaurante de Mahatchkala, que segundo os últimos dados deixou um total de 16 pessoas feridas.

O Daguestão, uma das sete repúblicas russas da região do Cáucaso Norte, é cenário frequente de atentados terroristas e choques armados entre as forças de segurança e a guerrilha islamita que atua na área. EFE