Forças iraquianas arrebatam do EI três povoados ao sul de Mossul

  • Por EFE
  • 12/07/2016 13h15
Tropas sunitas se preparam para enfrentar o Estado Islâmico em Ramadi

As forças iraquianas recuperaram, nesta terça-feira (12), o controle de três povoados na região de Al Qayara, ao sul da cidade de Mossul, principal reduto do grupo terrorista Estado Islâmico (EI), no norte do Iraque.

O porta-voz do Comando das Operações para a Libertação da Província de Ninawa, cuja capital é Mossul, Feras Sabri, disse à Agência EFE que os três locais liberados do EI são Ishala, Imame Garbi e Al Yadaa.

Além disso, informou que as forças iraquianas alcançaram a margem ocidental do rio Tigre e isolaram Al Qayara, localizada nessa parte do rio.

Sabri detalhou que as tropas governamentais içaram a bandeira iraquiana nas três localidades liberadas e que, durante as operações militares, morreram mais de 27 jihadistas.

A ofensiva contou com o apoio aéreo da coalizão internacional liderada pelos EUA.

No fim de semana, o Exército iraquiano recuperou a estratégica base aérea de Al Qayara, o que supôs um novo golpe contra os extremistas, que vê como as tropas governamentais estreitam seu cerco sobre seu último grande reduto, Mossul.

A base está situada a 20 quilômetros ao sul da localidade e a 15 quilômetros ao oeste do rio Tigre, sendo importânte ponto estratégico para ambos os lados do conflito.

As Forças Armadas nacionais começaram a campanha para arrebatar o controle de Ninawa da facção, em 24 de março último, com o apoio das forças curdas “peshmergas”, da milícia árabe sunita Multidão dos Clãs e da cobertura aérea da coalizão internacional.

O grupo terrorista conquistou Mossul, em junho de 2014, e declarou um califado islâmico nos territórios sob seu controle no Iraque e na Síria.