Fortes tempestades na Polônia deixam um morto e danificam 800 casas

  • Por Agencia EFE
  • 20/07/2015 09h26

Varsóvia, 20 jul (EFE).- Uma pessoa morreu e outras 17 ficaram feridas por conta das fortes tempestades registradas na Polônia durante as últimas horas, que além disso deixaram 340 mil pessoas sem eletricidade e provocaram graves danos em pelo menos 800 casas, em sua maioria em zonas rurais do centro do país.

A primeira-ministra da Polônia, Ewa Kopacz, compareceu hoje perante os meios de comunicação para informar que o Executivo prepara um pacote especial de ajuda para os afetados por estas tempestades.

A própria Kopacz foi surpreendida ontem à noite por uma das tempestades. O trem no qual viajava de volta a Varsóvia após participar em Cracóvia de diferentes atos eleitorais ficou parado por uma hora por conta do mau tempo.

Hoje, é possível observar os trabalhos de limpeza, enquanto bombeiros de todo o país se esforçam para diminuir as centenas de porões que ainda permanecem inundados.

Às tempestades se somaram fortes ventos, em muitos casos superiores a 100 km/h, que derrubaram árvores, postes elétricos e literalmente arrancaram os telhados de casas e fazendas, o que obrigou aos serviços de emergência realizar cerca de 6 mil intervenções em toda Polônia.

Uma pessoa morres depois que uma árvore caiu sobre seu carro, e cerca de duas dezenas ficaram feridas de diferente consideração pelo impacto de galhos ou outros objetos arrastados pelo vento. EFE