França não descarta que destroço achado em ilha seja de avião da Malaysia

  • Por Agencia EFE
  • 30/07/2015 17h19

Paris, 30 jul (EFE).- Autoridades da França disseram nesta quinta-feira que não descartam “nenhuma hipótese” sobre a procedência do destroço de avião encontrado ontem no litoral da ilha da Reunião, entre elas a de que seja de um avião como o da companhia aérea Malaysia Airlines que desapareceu em março de 2014.

“Não se pode descartar nenhuma hipótese nesta fase, incluindo que provenha de um Boeing 777”, informou um porta-voz do Ministerio das Relações Exteriores em comunicado.

O porta-voz também ressaltou que as autoridades francesas estão em “contato próximo” com as de Malásia e Austrália desde que foi perdido o contato com essa aeronave “e dão a maior importância a todo elemento que permita esclarecer as circunstâncias desse trágico desaparecimento”.

O destroço foi levado a um hangar da polícia de Transporte Aéreo em Saint-Rémy da Reunião, informaram à Efe fontes da investigação.

Segundo o canal de televisão francês “BFMTV”, na praia do município de Saint-André onde ontem foi encontrada uma parte de asa de um avião, também foi achada uma mala.

A ilha francesa da Reunião fica a cerca de 6 mil quilômetros do litoral da Austrália, onde eram feitas buscas pelo avião desaparecido misteriosamente. EFE