Francesa e marroquino que planejavam terrorismo são presos

  • Por Agencia EFE
  • 16/04/2015 10h51

Rabat, 16 abr (EFE).- Uma cidadã francesa e um marroquino que planejavam realizar atentados terroristas no Marrocos e no exterior em nome do Estado Islâmico (EI) foram detidos nesta quinta-feira na cidade de Safi, 500 quilômetros ao sul de Rabat, informou o Ministério do Interior.

Em comunicado, o ministério afirma que a mulher, de origem marroquina e cujas iniciais são S.H, e seu cúmplice, identificado como E.C, juraram lealdade ao autoproclamado califa do EI, Abu Bakr al Bagdadi.

Segundo a pasta, a francesa, que fugiu da França para se estabelecer em Safi, e seu companheiro, antigo residente em um país europeu que não é especificado, estão “impregnados” de ideias jihadistas e tentavam se unir ao EI na Síria e no Iraque.

Na segunda-feira passada, a polícia desmantelou em Seluán, cidade marroquina situada 20 quilômetros ao sul de Melilla, uma célula jihadista que planejava assassinar “pessoas com convicções religiosas contrárias às suas”. EFE