Fuga liberta cerca de 270 presidiários no Iêmen

  • Por Jovem Pan
  • 02/04/2015 07h53

Estado Islâmico reivindicou ação

Atentado no Iêmen mata pelo menos 142 pessoas

Na manhã desta quinta-feira (02), membros da Al-Qaeda atacaram prisão da cidade de al-Mukallah, no Iêmen, e libertaram cerca de 270 pessoas, na maioria pessoas ligadas ao grupo terrorista.

De acordo com autoridades locais, a cadeia central foi só um dos prédios tomados por eles. O Banco Central e uma estação de rádio também foram invadidos.

Em março, centenas de presidiários escaparam de outro centro de reclusão depois de confronto entre os rebeldes xiitas Houthis e forças do presidente Abdu Rabu Mansour Hadi.

O país enfrenta intensa instabilidade política, já que o grupo insurgente conseguiu a renúncia do ex-presidente. A região tem destaque pela produção de petróleo e atraiu a atenção do mercado porque o preço do produto fica suscetível a aumento. Recentemente a Arábia Saudita e o Irã iniciaram bombardeios no país com o objetivo de inibir as forças dos Houthis.

As informações são do portal CNN.