Furacão Gonzalo se aproxima das Bermudas e especialistas alertam sobre ondas

  • Por Agencia EFE
  • 17/10/2014 10h33

Miami (EUA), 17 out (EFE).- O poderoso furacão de categoria 4 Gonzalo passará nesta sexta-feira próximo às ilhas Bermudas, onde os meteorologistas advertiram para o perigo das fortes ondas causadas pelo fenômeno.

Em boletim emitido nesta sexta-feira, o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos detalhou que Gonzalo alcança ventos máximos sustentados de 215 km/h, se encontra a cerca de 310 quilômetros a sul-sudoeste do arquipélago e se desloca rumo a norte-noroeste com uma velocidade de translação de 24 km/h.

Os meteorologistas advertem que o fenômeno se trata de um “perigoso furacão com ventos muito nocivos que podem colocar em perigo as vidas” dos residentes das Bermudas.

Também foi alertado que o ciclone manterá esta trajetória nesta sexta-feira e que, segundo um provável padrão de rota, “o olho de Gonzalo estará perto das Bermudas”.

De acordo com especialistas, Gonzalo, um furacão de categoria 4 na escala de intensidade de Saffir-Simpson, de um máximo de 5, começará a enfraquecer nesta noite. As condições meteorológicas das Bermudas já começaram a piorar e um alerta de furacão é mantido nas ilhas.

Fortes ondas afetarão regiões das Ilhas Virgens, as costas norte de Porto Rico e República Dominicana e partes das Bahamas. Os especialistas do NHC informaram que as ondas também alcançarão algumas zonas da costa leste dos EUA e das Bermudas nesta sexta-feira.

Na atual temporada de furacões no Oceano Atlântico, que teve início em 1º de junho e terminará em 30 de novembro, foram formadas sete tempestades tropicais, das quais seis se transformaram em furacões, e dois deles, Edouard e Gonzalo, alcançaram as categorias 3 e 4, respectivamente. EFE

emi/vnm