G20 dividido sobre veto a Putin na cúpula de Brisbane

  • Por Agencia EFE
  • 24/09/2014 00h24

Cairns (Austrália), 21 set (EFE).- A ministra das Relações Exteriores da Austrália, Julie Bishop, disse que os países do Grupo dos Vinte (G20) estão divididos sobre o veto à participação do presidente russo, Vladimir Putin, na cúpula de líderes do grupo em Brisbane em novembro.

Bishop disse que sondou vários países do G20 acerca do veto durante a cúpula de ministros de Finanças e presidentes de bancos centrais que acontece este fim de semana em Cairns.

A chefe da diplomacia australiana disse que a visão geral é que o G20 siga sendo o primeiro fórum econômico para assuntos globais e que Putin participe para que enfrente “a condenação internacional por seu comportamento em relação à Ucrânia”.

“No caso do G20, a Austrália é o anfitrião mas não temos o direito de rescindir convites que foram enviados. Isto deveria ter o consenso do G20 e este consenso não existe”, disse Bishop segundo a televisão australiana “ABC”.

A Austrália, junto com a União Europeia e os Estados Unidos, impôs uma série de sanções à Rússia por sua intervenção na crise na Ucrânia. EFE