Garis de Osasco e Bauru também entram em acordo e encerram greve

  • Por Agência Brasil
  • 01/04/2015 18h09
SÃO CAETANO DO SUL, SP, 25.03.2015: GARIS-SP - Lixo acumulado em rua em São Caetano do Sul, na Grande São Paulo, nesta quarta-feira. Garis da Grande SP decidem manter a greve após 2º audiência no TRT. (Foto: Carla Carniel/Frame/Folhapress)Garis da Grande SP decidem manter a greve após 2º audiência no TRT

Os garis de Osasco, na Grande São Paulo, e Bauru, interior do estado, decidiram hoje (1º) encerrar a greve iniciada no último dia 23. A informação é das prefeituras dos municípios. Segundo a Federação de Trabalhadores em Serviços, Asseio e Conservação Ambiental, Urbana e Áreas Verdes do Estado de São Paulo (Femaco), vários sindicatos estão seguindo o exemplo do ABC Paulista e negociando diretamente com as empresas, sem intermediação do sindicato patronal.

Ainda não há um balanço de quantos municípios permanecem afetados pela greve. Está marcada para a próxima segunda-feira (6) uma nova audiência de conciliação entre a representação das empresas e a Femaco, no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 2ª Região.

Seis mil garis que trabalham na região do ABC Paulista voltaram ao trabalho hoje após aceitarem a proposta de reajuste salarial de 9,5%. O percentual foi sugerido pelo mediador do TRT durante a tentativa de conciliação feita ontem (31). Com isso a greve foi encerrada em Diadema, Santo André, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo, Mauá e Ribeirão Pires.