Google pede desculpas por resultados racistas sobre Obama no Google Maps

  • Por Agencia EFE
  • 21/05/2015 07h07

San Francisco, 20 mai (EFE).- O Google pediu desculpas nesta quarta-feira por alguns resultados racistas em seu serviço de mapas depois que foi revelado que a busca das palavras “a casa do negro” e “rei negro” apresentava como um dos resultados principais a Casa Branca, em alusão ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

“Apareceram alguns resultados inapropriados no Google Maps que não deveriam ter aparecido e pedimos desculpas por qualquer ofensa que isso possa ter causado”, disse um porta-voz da empresa em comunicado, após a revelação dos resultados das buscas pelo jornal “The Washington Post”.

De acordo com essa publicação, a busca das palavras “a casa do negro” e “rei negro” apresentava como resultado principal, ou um dos três principais, a Casa Branca.

“Nossas equipes estão trabalhando para solucionar o problema rapidamente”, acrescentou o porta-voz.

O Google suspendeu recentemente, de forma temporária, a opção que permitia ao público editar os mapas após vários incidentes como o da mascote do Google urinando sobre o logotipo da Apple no Paquistão.

A empresa tecnológica com sede em Mountain View, na Califórnia, indicou que realizará uma atualização sobre essa situação no dia 27 de maio e solicitou que, até lá, os usuários comuniquem a empresa sobre qualquer incidência no Google Maps.

O Google garante que os ataques contra seu serviço de mapas se intensificaram nos últimos meses, mas não está claro se o último incidente com a Casa Branca é obra de terceiros ou um problema com o algoritmo de busca da companhia. EFE