Governo do Rio pagará salários de março para Educação e Segurança no dia 17

  • Por Estadão Conteúdo
  • 12/04/2017 16h57
Rio de Janeiro - Tropas da Polícia Militar circulam na Cidade de Deus nesta segunda-feira, após operação no final de semana que teve queda de helicóptero e pelo menos 11 mortes (Fernando Frazão/Agência Brasil)Polícia Militar do Rio de Janeiro - Fernando Frazão/ Agência Brasil

O governo do Rio informou que depositará na segunda-feira, 17, os salários integrais de março dos servidores ativos da Educação e de todos os servidores ativos, inativos e pensionistas da área de Segurança. Para efetuar esses pagamentos, será depositado o valor líquido de R$ 917 milhões. 

Na mesma data, a Secretaria de Estado de Fazenda quitará os salários de fevereiro para os servidores ativos, inativos e pensionistas que não receberam os vencimentos até o momento. Serão depositados R$ 588 milhões para 212 mil servidores. Os vencimentos serão creditados ao longo do dia.

Em nota, o governo afirma que o pagamento será possível em decorrência do resultado positivo da arrecadação nos últimos dias. Ao todo, o Estado vai depositar R$ 1,5 bilhão.

No caso da Educação, também estão incluídos os servidores do Departamento Geral de Ações Sócio-educativas (Degase). A lista da Segurança engloba policiais militares e civis, bombeiros, agentes penitenciários e demais funcionários das secretarias de Segurança e Administração Penitenciária e órgãos vinculados. 

Segundo o governo, o pagamento dos ativos da Educação será efetuado com recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e o da Segurança com recursos do Tesouro estadual. Os vencimentos serão depositados ao longo do dia, mesmo após o término do expediente bancário, informou o Estado por meio de nota.