Governo e oposição síria dialogaram pela primeira vez em Genebra 2

  • Por Agencia EFE
  • 25/01/2014 15h08

Genebra, 25 jan (EFE).- A primeira reunião na qual o governo sírio e a oposição realizaram um diálogo indireto – por meio do mediador do processo de paz, Lakhdar Brahimi – aconteceu na manhã deste sábado, confirmou a porta-voz das Nações Unidas, Corinne Momal-Vanian.

O histórico encontro acontece na sede da ONU em Genebra, onde esta manhã as delegações participaram de uma reunião de meia hora na mesma sala, onde Brahimi foi o único que tomou a palavra, disseram os participantes.

O primeiro ponto na agenda da reunião será a negociação de um cessar-fogo na cidade de Homs, uma das mais afetadas pelo conflito armado que dura quase três anos, adiantou esta manhã um porta-voz da delegação da oposição, Anas Abeh.

Foi discutida a possibilidade de um cessar-fogo por uma ou duas semanas, com possibilidade de ampliá-lo ao resto do governo se for respeitado pelas partes.

O porta-voz também disse que a Cruz Vermelha já está aproximando seu pessoal da região e tem preparadas 12 toneladas de ajuda emergencial para distribuir em Homs, caso o acordo de cessar-fogo seja fechado.

Os primeiros dias de contatos serão focados em assuntos humanitários como o acesso da ajuda de emergência, a criação de corredores humanitários para que os civis possam sair das regiões mais conflituosas e a liberação de presos, explicou o porta-voz.

Se chegarem a entendimento nesses assuntos, as negociações políticas poderiam começar a partir da segunda ou terça-feira.

O objetivo desta negociação de paz é o estabelecimento de um governo transitório com todos os poderes executivos, cuja composição seria definida a partir do consentimento mútuo das partes.EFE