Governo leiloa quatro aeroportos por R$ 3,72 bilhões

  • Por Jovem Pan
  • 16/03/2017 12h18
Divulgação Aeroporto Luís Eduardo Magalhães

O governo superou suas expectativas (de arrecadar cerca de R$ 3 bilhões) e conseguiu arrecadar R$ 3,72 bilhões na concessão de quatro aeroportos em capitais brasileiras na manhã desta quinta-feira (16), para companhias estrangeiras. Ouça AQUI.

Foram vencedoras do leilão uma empresa alemã (Fraport AG Frankfurt Airport, dois aeroportos), uma suíça (Zurich International Airport AG) e uma francesa (Vinci Airports).

Confira os dados dos leilões (referentes a 25% da proposta mais o ágio, que deverão ser pagos imediatamente após a assinatura dos contratos):

  • Aeroporto Pinto Martins (Fortaleza-CE): R$ 425.000.000,00, pela Fraport AG Frankfurt Airport Services, em disputa acirrada, apenas R$ 1 milhão a mais que o oferecido pela Vinci.
  • Aeroporto Luís Eduardo Magalhães (Salvador-BA): R$ 660.943.107,00 , pela Vinci Airports – ágio de mais de 100% em relação ao mínimo de R$ 300 milhões
  • Aeroporto Hercílio Luz (Florianópolis-SC): R$ 83.333.333,33, pela Zurich International Airport AG, superando a Vinci.
  • Aeroporto Salgado Filho (Porto Alegre-RS): R$ 290.512.229,00, pela Fraport AG Frankfurt Airport Services. A oferta inicial mínima era de R$ 30 milhões, tendo o maior ágio, de 852%.

A soma do valor recebido imediatamente pelo governo é de cerca de R$ 1,5 bilhão (correspondente aos valores acima). O restante será dividido pelas companhias estrangeiras em pagamentos anuais.

A concessão vale para 30 anos em Salvador, Florianópolis e Fortaleza e 25 anos para Porto Alegre. Espera-se que os quatro aeroportos gerem R$ 6,5 bilhões em investimentos nesse período.

O governo federal retirou a exigência de a Infraero participar dos consórcios para tornar o investimento mais atraente.