Grande destaque da Apple, iPad Pro tem como foco a produtividade

  • Por Jovem Pan
  • 09/09/2015 17h05
iPad Pro Apple

O grande destaque entre os lançamentos anunciados pela Apple nesta quarta-feira (09), em evento para a imprensa no Bill Graham Auditorium, em São Francisco (EUA), foi o novo iPad Pro.

Com 12,9 polegadas e resolução 2732 x 2048 pixels, com 5,6 milhões de pixels, o tablet sagrou-se o maior da marca. Antes, o recorde pertencia ao iPad Air 2, que parece bem pequeno se comparado ao novo lançamento.

O comentarista de tecnologia da Jovem Pan, Carlos Aros, destaca o nicho encontrado pela Apple. “O iPad Pro pareceu, em um primeiro momento, uma aposta aleatória da Apple. Mas depois de feito o anúncio dá para perceber que eles apostam em um nicho que demanda produtos de alta capacidade que também oferecem conforto e mobilidade”.

A prova de que o objetivo da empresa é agradar os profissionais que já utilizavam o iPad – e conquistar aqueles que lutam contra – é o lançamento de acessórios como a Apple Pencil (caneta stylus) e o Smart Keyboard (teclado físico). “Ela [Apple Pencil] amplia as possibilidades de uso do aparelho e oferece maior conforto para quem passa muito tempo com o dispositivo”, explica Aros.

Com o foco explícito na produtividade, a Apple traz ainda parcerias com Microsoft e Adobe, que estiveram presentes no evento de lançamento e reforçaram a ideia de que o profissional é o público-alvo do novo tablet.

Por dentro, o iPad Pro roda um processador A9X, a terceira geração de processadores de 64-bit. Como em todos os lançamentos da Apple, a marca promete ainda mais velocidade e diz que ele é mais rápido do que muitos computadores vendidos atualmente.

Os quatro alto-falantes distribuídos pelo tablet são ativados conforme a posição que o usuário segura o iPad. A bateria não surpreende tanto e fica nas já convencionais 10h de duração.

Assim como os iPhones, a partir do modelo 5S, o iPad Pro também possui identificação por digital, que permite o desbloqueio de tela sem o uso de senha numérica.

Preços

Nada baratos. O modelo mais simples de 32GB e Wi-Fi custa US$ 799 e pode chegar a US$ 1079 com Wi-Fi, 4G e 128GB de armazenamento interno.

Os acessórios também não fogem dos altos preços. O Smart Keyboard sairá por US$ 169 e a Apple Pencil por US$ 99. Tanto o iPad Pro como seus acessórios chegam às lojas dos Estados Unidos em novembro deste ano. Para o Brasil ainda não existem previsões de lançamento.