Grupo de 200 imigrantes desembarca no porto de Pozzallo, na Sicília

  • Por Agencia EFE
  • 16/08/2015 18h59

Roma, 16 ago (EFE).- O grupo dos 200 imigrantes resgatados ontem pelo navio “Phoenix”, operado pela organização Migrant Offshore Aid Station e que tem a bordo uma equipe de Médicos sem Fronteiras (MSF), já desembarcou no porto italiano de Pozzallo, na Sicília.

De acordo com a MSF, entre os imigrantes há 12 menores. A chegada ao porto estava prevista para hoje às 17h (horário local, 15h em Brasília), mas mudanças no clima prejudicaram o plano. Neste momento, eles aguardando assistência médica para posteriormente serem transferidos a centros de amparo.

Em declarações à Agência Efe, o coordenador de emergência de MSF, Will Turner, lamentou a situação na qual os imigrantes viajam, já que “arriscam suas vidas para chegar à Europa”. Ele destacou a necessidade de a comunidade internacional reagir perante a crise migratória que afeta o continente.

Turner lembrou o fato que ocorreu ontem, quando a marinha italiana resgatou 312 indivíduos em um barco no litoral da Líbia e descobriu 49 corpos de pessoas que teriam morrido asfixiadas.

“Se a Europa não assumir as responsabilidades e não tomar as medidas para solucionar o problema, tragédias como as de ontem voltarão a acontecer”, afirmou. EFE