Grupo de opositores ao regime venezuelano fazem plantão em Lima

  • Por Agencia EFE
  • 22/02/2014 21h42

Lima, 22 fev (EFE).- Um grupo de opositores ao Governo do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, realizaram neste sábado um plantão em Lima e mostraram sua solidariedade com as manifestações que ocorrem em diferentes cidades daquele país.

Os manifestantes, menos de uma centena de venezuelanos e moradores locais, se reuniram na Praça Bolívar do distrito Pueblo Livre para pedir paz na Venezuela, em cujos protestos morreram até o momento dez pessoas.

Entre os manifestantes estavam o congressista peruano de oposição Luis Iberico, da Alianza por el Gran Cambio, e o secretário-geral do Partido Aprista Peruano (PAP), Jorge del Castillo, que pediram ao Governo de seu país que convoque organismos internacionais como a Unasul e a OEA para que tratem o tema.

“Neste momento ser morno é cumplicidade. Está se matando estudantes, há torturas, há presos políticos, a imprensa nacional e estrangeira é atacada”, enfatizou Iberico.

“Estamos mandando uma mensagem como se dá em todas as cidades do mundo para que se critique a violência criminosa na Venezuela”, afirmou por sua parte del Castillo.

Desde o dia 12 de fevereiro vem acontecendo manifestações com grande violência em diferentes cidades da Venezuela contra o Governo de Maduro, as quais causaram dez mortos e vários feridos e detidos. EFE