Guarda Costeira da Itália resgata mais 969 imigrantes ilegais no Mediterrâneo

  • Por Agencia EFE
  • 11/07/2015 06h08

Roma, 11 jul (EFE).- A Guarda Costeira da Itália resgatou neste sábado 969 imigrantes ilegais que viajavam em várias embarcações no Mediterrâneo nas últimas horas, enquanto chegavam ao porto de Palermo, no sul do país, outras 717 pessoas resgatadas e os corpos de 12 mortos.

As operações mais recentes auxiliaram imigrantes que tentavam chegar à costa italiana a bordo de cinco embarcações pneumáticas e uma barcaça, explicou a Guarda Costeira em comunicado.

Três das embarcações foram resgatadas pelo navio “Corsi” da Guarda Costeira, enquanto dois jet-skis da ilha de Lampedusa mais a embarcação britânica do dispositivo da União Europeia Triton recuperaram os que estavam na barcaça.

Já os imigrantes que estavam a bordo dos outros três barcos pneumáticos foram resgatados por um navio mercante que está auxiliando a Guarda Costeira.

Por outro lado, chegaram ao porto de Palermo 717 pessoas que tinham sido resgatadas em várias operações efetuadas na quinta-feira, informou a imprensa local.

Em uma das embarcações recuperadas na ação foram encontrados dos corpos dos 12 mortos. EFE

jam/lvl