Guarda Costeira italiana recupera 116 imigrantes no mar

  • Por Agencia EFE
  • 18/08/2015 12h18

Roma, 18 ago (EFE).- A Guarda Costeira italiana anunciou nesta terça-feira o resgate de 116 imigrantes que navegavam com destino à Itália e que estavam em situação de dificuldade a pouca distância do litoral da região da Calábria, no sul do país.

Os 116 imigrantes viajavam a bordo de uma embarcação a vela, segundo explicaram os integrantes da guarda-costeira, que detalharam que a operação de salvamento foi realizada por uma unidade croata coordenada pelo Centro Nacional de Socorro da Guardia Costeira de Roma, pertencente ao Ministério de Transporte italiano.

Os auxiliados estão bordo do navio croata no momento e se dirigem rumo ao porto de Messina, na Sicília.

A Itália continua a receber diariamente em seus portos centenas de imigrantes procedentes principalmente do litoral do norte da África.

A polícia italiana prendeu oito pessoas nesta terça-feira: três marroquinos, um sírio e dois líbios, acusados de serem os supostos traficantes que viajavam no navio onde foram encontrados mortos 49 imigrantes no dia 15 de agosto.

Os oito detidos, com idades entre 18 e 30 anos, são acusados de imigração clandestina e homicídio e foram reconhecidos por alguns dos 300 imigrantes que viajavam na embarcação como a tripulação encarregada de levá-los da Líbia até o litoral da Itália, segundo informou a promotoria da cidade de Catânia. EFE

lsc/vnm