Haddad veta proposta que estipulava o fim do rodízio em São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 31/05/2014 16h56

O prefeito Fernando Haddad vetou a proposta aprovada por vereadores em votação simbólica na última quarta-feira que encerrava o rodízio de carros na cidade de São Paulo. A decisão foi publicada no Diário Oficial da Cidade de São Paulo deste sábado. 

Haddad comunicou na publicação que o rodízio “tem se mostrado relevante para a redução do trânsito na Cidade de São Paulo. Dessa forma, qualquer modificação em seu escopo ou a própria revogação da lei que autorizou a sua criação, como ora proposto, devem necessariamente estar respaldadas por estudos técnicos e associadas a outras políticas públicas”.

O projeto é de autoria do vereador Adilson Amadeu. A cerimônia que marcou a sua aprovação foi de caráter simbólico, geralmente usado para aprovar rapidamente projetos que há consenso ou menos importantes, como nomes de rua.

“Por se tratar de uma medida que afeta vasta parcela dos paulistanos, sua extinção deve ser precedida de amplo debate com a sociedade e estar aliada a outras ações que assegurem a adequada mobilidade de seus cidadãos”, concluiu o prefeito.