Hollande promete proteger igrejas e locais religiosos na França após ataque

  • Por Estadão Conteúdo
  • 26/07/2016 19h05
François Hollande - Agência EFE

O presidente da França François Hollande afirmou que o país vai “ganhar a guerra” contra o terrorismo após militantes do Estado Islâmico terem matado um padre ao cortar sua garganta em ataque em uma igreja na Normandia. 

Em comunicado transmitado na televisão nacional nesta terça-feira Hollande afirmou que “atacar uma igreja, matar um padre é profanar a República”. 

O presidente pediu aos cidadãos para permanecerem unidos e não irem uns contra os outros. “O que os terroristas querem é nos dividir, nos colocar uns contra os outros”. 

Ele afirmou que a França lançou mais medidas de segurança do que em qualquer outra época na História Moderna, mas insistiu que não irá restringir liberdades e comprometer a democracia. 

Mais cedo, Hollande ligou para o Papa Francisco para expressar seu “desgosto” após dois homens atacarem a igreja durante a missa. Ele garantiu ao Papa que todas as medidas serão tomadas para proteger as igrejas da Franças e outros locais de oração.

Fonte: Associated Press.