Homem é resgatado com vida após permanecer 82 horas soterrado em Katmandu

  • Por Agencia EFE
  • 29/04/2015 04h53

Katmandu, 29 abr (EFE).- Um nepalês foi resgatado com vida nesta quarta-feira após permanecer 82 horas soterrado depois do desabamento de um edifício em Katmandu, provocado pelo terremoto de magnitude 7,8 graus que devastou o Nepal no último sábado.

Rishi Khanal, de 28 anos, foi resgatado por uma equipe de franceses e pela polícia nepalesa, que trabalharam em parceria durante 10 horas para libertar o jovem, que não conseguia sair dos escombros porque uma viga mantinha presa uma de suas pernas, informou o jornal local “Nepali Times”.

“Começamos a escavar um buraco através do concreto seguindo as instruções dos franceses, depois cortamos a viga que prendia a perna do rapaz”, disse o policial Narayan Thapa ao jornal.

Outra pessoa que estava viva entre os destroços do mesmo edifício não conseguiu sobreviver até a chegada das equipes de resgate, conforme o “Nepali Times”.

Em outro resgate ocorrido na segunda-feira, uma mulher paraplégica, de 32 anos, foi retirada com vida e em estado estável após passar 50 horas entre os escombros de sua própria casa, também em Katmandu.

O número de mortos pelo terremoto já superou os 5.000 e o de feridos chegou a 11.000, de acordo com o último balanço divulgado pelo Ministério do Interior do Nepal.

Os trabalhos de resgate continuam sendo atrapalhados pelo mau tempo e pela falta de capacidade do país em responder um desastre de tal magnitude, enquanto o tempo para encontrar sobreviventes está praticamente se esgotando. EFE