Homicídios no Estado de SP no mês de maio têm menor taxa da história

  • Por Jovem Pan
  • 25/06/2015 17h52
Folhapress

Segundo dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública nesta quinta-feira (25), o Estado de São Paulo obteve a menor taxa de homicídios da história no mês de maio.

Em maio, os homicídios dolosos caíram 1,19%. O total de ocorrências caiu de 84 para 83 no mesmo mês, o menor número para esse mês em toda a série histórica do indicador (veja gráfico abaixo).

Com tal redução, a taxa de homicídios dos últimos 12 meses – junho de 2014 a maio de 2015 – ficou abaixo do considerado “endêmico” pela OMS, que é de 10 mortes para cada 100 mil habitantes. O índice atingido foi de 9,69 casos para cada 100 mil habitantes.

Houve ainda a diminuição na quantidade de estupros, cerca de 16,33%. Foram registrados em maio deste ano, 164 estupros contra 196 no mesmo mês de 2014. O índice atual é o menor desde 2009, quando entrou em vigor a nova lei de estupro (12.195/2009).

Em cinco meses, as mortes intencionais tiveram queda de 2,14%. Entre janeiro e maio deste ano foram 457 homicídios, contra 467 no mesmo período do ano passado.

Já os latrocínios recuaram 20,31%. Entre os meses de janeiro a maio deste ano, foram registrados 51 casos, ante 64 no mesmo período do ano passado. O resultado represneta o menor índice desde 2010, quando foram registrados 35 roubos seguidos de morte.

Durante o período acumulado, as extorsões mediante sequestro também apresentaram um recuo de 30% de janeiro a maio, com uma diminuição de três registros (eram 10 e passaram para sete). Este é o menor número de casos para os primeiros cinco meses de toda a série histórica.

Roubos de cargas

Os roubos de cargas na cidade de SP tiveram redução de 14,32% em maio. A quantidade de ocorrências corresponde a cerca de 66 casos (461 para 3945 casos). O indicador também obteve queda no Estado e diminui em 8,68% em comparação ao mesmo mês do ano passado.

Crimes contra o patrimônio

Os roubos de veículos caíram 27,1% em cinco meses na cidade de SP. O indicador contabilizou 16,431 casos contra 22.539 no mesmo período do ano passado. Já os furtos de veículos apresentaram redução de 11,39% durante o mesmo período analisado e passaram de 21.526 para 19.074.

Os roubos, de forma geral, caíram 6,09% no período de cinco meses analisado. Durante o período, o indicador registrou 65,126 ocorrências ante 69.349 no mesmo período do ano passado.

Os furtos, de forma geral, sem incluir veículos, também apresentaram queda e acumularam um recuo de 11,35%, passando para 72.606 casos. O índice é o menor para o período desde 2010, quando foram registrados 64.667 furtos.

Prisões efetuadas: produtividade policial

As polícias Civil e Militar registraram em maio, 9,05% ocorrências a mais, passando de 3.332 prisões ante 3.028 no mesmo mês do ano passado. Durante cinco meses analisados, houve um aumento de 1,02% de prisões em relação ao mesmo período do ano passado. Foram 15.416 ocorrências com detenções ante 15.261 no ano passado. Este é o maior número para o período da série histórica, iniciada em 2001.

Ainda no mês de maio, houve um acréscimo de 14,58% nos flagrantes de tráfico de drogas ou apreensões de entorpecentes. A quantidade de boletins de ocorrência do tipo saltou de 576 para 660 na comparação com maio de 2014. Durante os cinco meses deste ano, o trabalho das polícias teve um aumento de 15,12% em tais ocorrências, passando de 2.506 para 2.885 casos.