Hungria ameaça bloquear acesso da Croácia à livre fronteira da União Europeia

  • Por EFE
  • 19/09/2015 08h45
Polícia húngara visita refugiados na visita entre a Hungria e a Croácia

O governo da Hungria ameaçou neste sábado (19) bloquear a integração da Croácia na área estabelecida pelo Acordo de Schengen, de livre circulação na União Europeia, ao considerar que o país vizinho não é capaz de defender suas fronteiras.

“Tudo tem consequências. A Croácia, como país-membro do bloco, quer entrar na área de Schengen, mas lava as mãos e diz que não pode defender suas fronteiras. O governo húngaro, quando for o momento de decidir a integração da Croácia, dirá que o governo atual não está preparado”, afirmou Antal Rogán, líder do grupo parlamentar do partido governista, o Fidesz.

A Croácia tinha admitido ontem que é incapaz de receber os milhares de refugiados que estão chegando ao país pela divisa com a Sérvia, e levou quase 8.000 imigrantes à fronteira com a Hungria.

“O que a Croácia não faz, nós faremos, como, por exemplo, o registro dos imigrantes”, acrescentou o político húngaro, conforme o portal de notícias “Hirtv”.

Rogán acrescentou que uma das condições para que um país faça parte da área de livre circulação é a defesa das fronteiras externas da União Europeia.

Nos últimos dias, houve vários atritos diplomáticos entre Budapeste e Zagreb, depois de a Hungria decidir fechar suas fronteiras com a Sérvia. A medida obrigou milhares de refugiados a buscarem um novo caminho rumo à Europa Ocidental, através de Croácia e Eslovênia.

Diante da incapacidade de lidar com o grande fluxo de refugiados, o governo croata decidiu transportá-los diretamente para a fronteira húngara, o que gerou reações por parte do país vizinho.