Hungria passar a enviar refugiados diretamente à fronteira com a Áustria

  • Por Agencia EFE
  • 14/09/2015 07h59

Röszke (Hungria), 14 set (EFE).- As autoridades da Hungria permitiram nesta segunda-feira a passagem de um grande número de refugiados que chega ao país pela Sérvia até a fronteira com a Áustria, indicaram à Agência Efe fontes da Agência da ONU para os Refugiados (Acnur).

Um membro da Acnur, que pediu anonimato, revelou à Efe que os refugiados que chegam à cidade de Röskze, na fronteira com a Sérvia, não foram levados para os centros de amparo, partindo diretamente para o noroeste do país, rumo à Áustria.

A situação foi ratificada por vários voluntários de outras organizações, embora o governo da Hungria não tenha confirmado oficialmente a mudança de postura.

Segundo a agência estatal de notícias MTI, os ônibus levam os refugiados à estação de trens de Röszke, de onde eles partem rumo à fronteira austríaca.

“Por aqui, há vários ônibus que os levarão à Áustria. Eles (o governo) não vão registrar nossas impressões digitais”, disse um dos refugiados, que recusou a informar seu nome.

É esperada uma chegada recorde de refugiados na fronteira húngara com a Sérvia nesta segunda-feira. Alguns meios de comunicação locais estimam até 25 pessoas, diante da entrada em vigor amanhã de uma dura legislação que impõe penas de prisão por entrar no país de forma ilegal.

Os refugiados, a maioria da Síria, Iraque e Afeganistão, entram na Hungria pela passagem de Röszke, onde o governo se apressa para fechar o único espaço aberto no muro que separa a fronteira, enquanto trabalha para construir uma cerca ainda mais alta que deve ser finalizada ainda neste mês.

Fontes austríacas anunciaram hoje que no domingo chegaram ao país mais de 16 mil refugiados, em meio a incerteza se poderão chegar à Alemanha, que voltou a estabelecer controles em sua fronteira e deixou de lado os acordos de Schengen, firmados pela União Europeia para garantir a livre circulação dentro do bloco.

Somente no estado de Burgenland, no leste do país, cruzaram a fronteira com a Hungria 10.256 pessoas, informou a agência austríaca “APA” citando fontes da polícia local. EFE