IML libera corpos de vítimas da queda de avião em Sorocaba

  • Por Estadão Conteúdo
  • 01/04/2017 14h48
SP - QUEDA-AVIÃO-SOROCABA-MORTES - GERAL - Aeronave bimotor, cai próximo de casas, em uma área de mata no Jardim Novo Horizonte, zona norte de Sorocaba (SP), nesta sexta-feira (31). Segundo as primeiras informações da Polícia Militar, um casal morreu com a queda do avião que vinha de Manaus (AM). O avião deveria fazer um pouso no aeroporto de Sorocaba, possivelmente para passar por manutenção. 30/03/2017 - Foto: MIGUEL PESSOA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOEmpresário Milton José Cardille e Jumara Nogueira Vieira morreram na queda do bimotor Piper Aircraft modelo PA-42

Os corpos das vítimas da queda do avião bimotor da Pousada Itapará foram liberados para as famílias na manhã deste sábado (01) pelo Instituto Médico Legal (IML) de Sorocaba, interior de São Paulo. O corpo do empresário Milton José Cardille, de 56 anos, que pilotava o avião, será levado para velório e sepultamento no Cemitério Municipal de Ribeirão Pires, na Grande São Paulo.

Já o corpo de Jumara Nogueira Vieira, de 32 anos, que também estava no voo, será trasladado para Urucará, no Estado do Amazonas, onde reside sua família. O sepultamento será no Cemitério Municipal.

Cardille era sócio da Pousada Itapará, no rio do mesmo nome, no Estado de Roraima. A empresa, especializada em turismo de pesca, tinha escritórios em Manaus e São Paulo.

O avião procedente de Manaus caiu num matagal no Jardim Novo Horizonte, próximo do aeroporto de Sorocaba, na tarde de sexta-feira (31). A aeronave ficou destruída na queda, mas não pegou fogo. O piloto e a mulher morreram na hora. A Polícia Civil investiga o acidente e denúncias de saques. Filmagens feitas no local mostram pessoas entrando no avião e saindo com sacolas. Peritos do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) investigam as causas do acidente.