Incêndio causado por raio perde controle e governo declara emergência

  • Por Agencia EFE
  • 25/02/2015 14h51

Buenos Aires, 25 fev (EFE).- O governo da província argentina de Chubut, no sul do país, declarou emergência ambiental na zona montanhosa, onde um incêndio já arrasou já 17 mil hectares de floresta nativa, informaram nesta quarta-feira fontes oficiais.

O governo destinou 15 milhões de pesos (US$ 1,7 milhão) para as despesas operacionais na extinção do incêndio, que tem 150 bombeiros envolvidos.

As chamas se mantêm por enquanto longe das áreas habitadas e só foram evacuadas “de forma preventiva as pessoas do complexo turístico San Esteban, a 15 quilômetros de lago Cholila, uma área muito próxima ao incêndio” disse à Agência Efe Diego Monteros, jornalista da emissora “FM Cholila”.

Os ventos e as altas temperaturas dificultam o controle do incêndio, que se mantém por cerca de cinco quilômetros em linha reta no Parque Nacional de Alerces. O fogo começou pela queda de um raio no Vale do rio Tigre, a cerca de 40 quilômetros da cidade de Cholila.

Em 15 de fevereiro um raio caiu no Vale do rio Tigre e queimou uma superfície equivalente a 80% de Buenos Aires. EFE

cyc/cd