Incêndio descontrolado deixa 1.500 desalojados no sudoeste da Espanha

  • Por Agencia EFE
  • 07/08/2015 17h17

Perales do Porto (Espanha), 7 ago (EFE).- Um incêndio nesta sexta-feira na província de Cáceres, no sudoeste da Espanha, deixou 1.500 desalojados e arrasou mais de cinco mil hectares, e continua descontrolado por causa das rajadas de vento.

O incêndio afeta uma área de alto valor paisagístico e turístico, cheio de piscinas naturais, na Sierra de Gata, na região de Extremadura, e as autoridades temem que possa ter sido provocado, já que é o quinto na comarca em pouco mais de uma semana.

O presidente regional, Guillermo Fernández Vara, afirmou que “quando se concentram incêndios em uma área muito concreta é porque a mão do homem deve ter tido algum tipo de intervenção, porque não há nem mais calor, nem está mais seco na Sierra de Gata do que no resto de Extremadura”.

O fogo começou quinta-feira na cidade de Acebo e poucas horas depois foi considerado controlado, mas aconteceu outro incêndio nas imediações que agravou a situação de madrugada, quando cerca de 1.500 habitantes foram retirados dali, da vizinha Perales do Porto, e dois campings.

“É uma desgraça muito grande para Perales e toda a Sierra de Gata porque é uma cidade criadora de gado e de oliveiras e ficou totalmente destruída”, lamentou o prefeito, José Luis Perales Crespo.

A Espanha sofre no verão com contínuos incêndios, para os quais contribuíram este ano a ausência de chuvas e temperaturas superiores em algumas partes do país aos 45º. EFE

nac/cd