Índia registra 17 mortes após novo terremoto no Nepal

  • Por Agencia EFE
  • 14/05/2015 16h06

Nova Délhi, 12 mai (EFE).- Pelo menos 17 pessoas morreram nesta terça-feira no norte da Índia após o novo terremoto, de 7,3 graus na escala Richter, com epicentro no Nepal, segundo informou o Ministerio das Relações Exteriores indiano.

A maioria das vítimas, 16, foram registradas no estado de Bihar, um dos mais pobres do país e o mais impactado pelo terremoto do dia 25 de abril, enquanto o vizinho Uttar Pradesh noticiou uma morte, de acordo com o departamento governamental em comunicado. Outras 39 pessoas ficaram feridas devido ao desastre, 38 delas em Bihar, segundo a agência indiana “PTI”.

O ministério comunicou que equipes das Forças Aéreas e da Força Nacional de Resposta a Desastres estão preparadas para serem mobilizadas de forma imediata caso necessário.

O primeiro-secretário do Departamento de Gestão de Desastres de Bihar, Vyas Ji Mishra, informou que, apesar de alguns desmoronamentos, “não foram muitos” os edifícios da região que caíram após o terremoto.

O estado recebeu relatos de casas danificadas pelo terremoto, na maioria dos casos visíveis em “pequenas fendas”. O novo terremoto também foi sentido em vários estados do norte do país, incluindo Nova Délhi, onde o chão tremeu por 30 segundos.

No Nepal, o número de mortos após o terremoto de hoje chega a 37 e o de feridos supera os 1.100, segundo os últimos dados do Centro Nacional de Operação de Emergência do país asiático.

O primeiro terremoto, em 25 de abril, com intensidade de 7,8 graus, deixou 62 mortos e 269 feridos na Índia, todos eles nos estados do norte.

O Nepal ainda tentava se recuperar do primeiro desastre, que deixou mais de 8.000 mortos, 17,8 mil feridos e milhares de construções danificadas.

O tremor do dia 25 de abril foi o de maior magnitude no Nepal em 80 anos e o pior na região do Himalaia em uma década desde que outro terremoto causou mais de 84 mil mortes em 2005, na Caxemira. EFE