Inglaterra e Gales estão em alerta vermelho pela chegada de fortes ventos

  • Por Agencia EFE
  • 12/02/2014 10h43

Londres, 12 fev (EFE).- O noroeste da Inglaterra e o oeste de Gales estão em alerta vermelho nesta quarta-feira pela chegada de ventos de uma intensidade “excepcional” que podem superar os 160 km/h, informou hoje o Serviço Meteorológico.

O serviço advertiu que os ventos serão os mais intensos do inverno e o nível mais alto de alerta para o caso de um temporal.

A advertência corresponde para o dia de hoje até às 21h local, segundo o serviço, que pede à população dessas zonas que tomem precauções pois pode haver queda de árvores e algumas casas podem ficar sem eletricidade.

“A população deveria tomar medidas para modificar seus planos de viagens durante estes fortes ventos”, acrescentou.

Há semanas, o Reino Unido foi castigado por um forte temporal que provocou inundações no sul da Inglaterra, especialmente em Somerset (oeste) e nos condados próximos a Londres.

A Agência do Meio Ambiente mantém 14 alertas de inundações “graves” -de risco para a vida- nos condados perto de Londres, por onde passa o rio Tâmisa, tanto que há outras duas para Somerset (sudoeste inglês).

O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, participou hoje em reunião do comitê de emergência Cobra, destinado a avaliar a situação e decidir as próximas medidas.

O Ministério da Defesa desdobrou 600 uniformizados nas zonas afetadas para ajudar na colocação de sacos de areia, embora não se descarta que aumente o número de soldados.

Desde o final do ano passado, o Reino Unido está sendo castigado por um contínuo temporal de chuvas e ventos de até 120 km/h por conta de correntes procedentes do Atlântico. EFE