IPTU: Veto ao aumento inviabilizará novos hospitais, escolas e transporte

  • Por Jovem Pan
  • 09/01/2014 07h40

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, afirmou que as Secretarias de Educação, Saúde, Habitação e Transporte serão as principais prejudicadas devido ao veto do aumento de IPTU na cidade. Assim, a cidade não terá a construção de novas escolas, hospitais e corredores de ônibus, por exemplo, por falta de orçamento.

Haddad afirmou ainda que o planejamento da cidade ficou comprometido e criticou a Fiesp por ter movido uma ação na justiça, que barrou o projeto do aumento. “Foi feita uma campanha contra a cidade”, afirmou o prefeito.

“Todas as secretarias serão afetadas, todas que precisam de desapropriação. Os efeitos não são só sobre a arrecadação do IPTU, todo planejamento que estava sendo feito na cidade fica comprometido, porque boa parte desses recursos ia ser usado em desapropriações e isso você só pode fazer com recurso próprio”, ressaltou Haddad.