Conselho de Segurança da ONU põe fim a suas sanções contra o Irã

  • Por Agência Estado
  • 16/01/2016 20h00
Ministro das relações exteriores do Irã

Os Estados Unidos e a União Europeia confirmaram que o Irã cumpriu com as obrigações com a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) e informaram que as sanções econômicas contra o país islâmico serão suspensas.

Em comunicado, o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, disse que as sanções impostas ao país não estão mais em vigor. Pouco depois, o presidente Barack Obama emitiu uma ordem executiva suspendendo as restrições.

Também por texto, a Alta Representante da UE para Política Externa e Segurança, Federica Mogherini, confirmou a suspensão das sanções e disse que o acordo nuclear vai reforçar a segurança regional. “Este acordo é histórico e justo”, declarou

As declarações foram dadas após um relatório da AIEA dizer que o Irã tenha cumprido o acordo para conter seu programa nuclear e depois de uma troca de prisioneiros entre os EUA e a república islâmica. 

Agora, Teerã também vai liberar o acesso ao país de inspetores internacionais. “A verificação permanece como a espinha dorsal do acordo”, escreveu o secretário norte-americano.

Além do fim das restrições comerciais, o Irã terá acesso a US$ 100 bilhões em ativos congelados no exterior. A república islâmica também poderá se aproveitar de oportunidades financeiras. Fonte: Dow Jones Newswires e Associated Press.