Iraque captura do Estado Islâmico principal cidade perto de Mossul

  • Por Estadão Conteúdo
  • 20/10/2016 16h48
***ATENCIÓN EDITORES AL CONTENIDO GRÁFICO*** EBAG70 MOSUL (IRAK), 18/10/2016.- Miembros de las fuerzas kurdas "peshmergas" observan el cadáver de un presunto miembro del Estado Islámico (EI) en las cercanías del distrito de Al Hamdaniya, al este de Mosul, Irak, hoy, 18 de octubre de 2016. El EI ha sido ya expulsado de más de una decena de localidades al sur de Mosul, donde se ubica uno de los frentes de combate contra los yihadistas. EFE/Ahmed JalilMembros de forças curdas

As forças especiais dos EUA no Iraque recuperaram nesta quinta-feira a cidade de Bartella, que fica a 12 quilômetro de Mossul, e é estrategicamente importante para o Estado Islâmico. Logo depois, as forças se juntaram com os combatentes curdos na abertura de uma nova frente na ofensiva para desalojar o Estado Islâmico de Mossul.

As forças, que são conhecidas como a Divisão de Ouro e é especializada em guerra urbana, participou na ofensiva para retomar a segunda maior cidade do Iraque, Mossul, pela primeira vez nesta quinta-feira, um sinal de que o governo e seus aliados estão se aproximando para expulsar o Estado Islâmico de Mossul.

Os militantes contra-atacaram, lançando uma emboscada perto da cidade de Bashiqa que resultou em dezenas de curdos mortos e feridos em minutos.

A mais nova ofensiva começou ao amanhecer, quando um comboio de veículos blindados, picapes e alguns tanques de guerra adentraram na cidade.