Israel autoriza entrada de palestinos em Jerusalém, mas com restrições

  • Por Estadão Conteúdo
  • 10/06/2016 10h34
JER13 KALANDIA (PALESTINA) 10/06/2016.- Un policía israelí da instrucciones mientras mujeres palestinas cruzan la frontera desde Csijordania a Jerusalén para asistir a las primeras oraciones del viernes del mes de Ramadán en la mezquita de Al-Aqsa a través del punto de control de Kalandia, Palestina, hoy, 10 de junio de 2016. Las autoridades israelíes permiten acceder a Jerusalén a los niños y mujeres, limitando la edad de acceso a los hombres mayores de 45. El pasado 8 de junio cuatro israelíes fueron asesinados por dos palestinos en un ataque terrorista en Tel Aviv. EFE/Atef SafadiEntrada palestinos israel

Israel autorizou, nesta sexta-feira (10), a entrada em Jerusalém de homens palestinos maiores de 35 anos e mulheres de todas as idades, o anuncio ocorreu logo após o fechamento dos postos de passagem para Faixa de Gaza e Cisjordânia.

Fontes da polícia israelense confirmaram que a entrada na cidade sagrada foi autorizada com “restrições” para que os palestinos pudessem participar, na Esplanada das Mesquitas, das primeiras orações da primeira sexta-feira do mês do Ramadã.

“As orações de sexta-feira no Monte do Templo (como Israel chama o local) aconteceram sem incidentes e a saída (dos fiéis) continua”, afirmou, em comunicado, a porta-voz Luba Samri.

Participaram das orações “milhares de pessoas”, relatou, embora tenha se recusado a dar uma estimativa do número de fiéis provenientes da Cisjordânia.

Perguntada pela Agência Efe, a porta-voz destacou que o fechamento dos territórios ocupados não afeta as orações e que, hoje, puderam passar todos os homens com idades entre 35 e 45 anos que tinham permissões especiais.

Também entraram sem burocracia homens com mais de 45 anos, mulheres e crianças.

Segundo informações da Agência EPA, a passagem por Qalandia, entre Jerusalém e Ramallah, acontece normalmente e imagens das câmeras de segurança registram que a rotina não foi modificada na região.