Itália resgata mais de 1.200 imigrantes no Mediterrâneo

  • Por Agencia EFE
  • 02/09/2015 18h41

Roma, 2 set (EFE).- A Guarda Costeira e a Marinha da Itália resgataram nesta quarta-feira mais de 1.200 imigrantes em operações de salvamento no mar Mediterrâneo e que navegavam a bordo de embarcações com destino à Europa.

O navio “Fulgosi” realizou duas operações nas quais resgatou 90 e 294 estrangeiros respectivamente, informou a Marinha no Twitter. Já o navio “Dattilo”, da Guarda Costeira, socorreu 838 pessoas a bordo de três embarcações à deriva quando estavam a poucas milhas do litoral da Líbia.

Os resgates ocorreram no mesmo dia em que a Itália expressou sua disposição de restabelecer os controles na fronteira com a Alemanha a pedido do país vizinho, devido ao enorme fluxo de refugiados que está recebendo.

Em comunicado, a província de Bolzano, no norte da Itália, anunciou hoje que o “governo se mobilizou para apoiar o pedido da Alemanha e comunicou a disponibilidade de estabelecer, respeitando os acordos de (livre circulação de) Schengen, controles na fronteira de Brennero”, como já ocorreu por ocasião da reunião do G7, em junho. EFE

lsc/id