Japão continua trabalhos para retirar corpos presos em vulcão

  • Por Agencia EFE
  • 29/09/2014 02h36

Tóquio, 29 set (EFE).- Os serviços de resgate continuam nesta segunda-feira os trabalhos para retirar os corpos das pessoas, que poderiam chegar a 31, após a erupção do Monte Ontake, no centro do Japão, enquanto as autoridades confirmaram apenas a morte de quatro delas.

Esta manhã um helicóptero das Forças de Autodefesa (Exército) conseguiu retirar seis dos 27 corpos que estavam no monte e que foram levados a um hospital onde se espera que se confirme as identidades.

Por enquanto, o número oficial de mortos é de quatro pessoas cujos corpos foram retirados ontem, enquanto a pouca visibilidade e os gases tóxicos que emanam do vulcão impediram o acesso aos equipamentos médicos ao alto do monte.

A operação de resgate envolve 540 pessoas, entre policiais, bombeiros e membros do Exército, e deles 60 estão neste momento no local tentando tirar dali os corpos, informou a emissora pública “NHK”.

O número de feridos chega a 63, segundo informaram as autoridades japonesas.

O monte Ontake, o segundo vulcão mais alto do Japão, situado a cerca de cem quilômetros da cidade de Nagoia, começou a expulsar fumaça, rochas e cinzas na madrugada do sábado, e desde então continuou emanando resíduos, segundo informou a Agência Meteorológica japonesa. EFE