Japão e EUA se enfrentarão em batalha de robôs gigantes

  • Por Agencia EFE
  • 07/07/2015 12h46

Tóquio, 7 jul (EFE).- A fabricante de robôs japonesa Suidobashi Heavy Industries aceitou o desafio lançado nesta semana pela concorrente americana Megabot para um duelo de robôs gigantes.

Embora a data e o lugar ainda não tenham sido anunciados, um robô japonês de quatro toneladas e um americano de 5,4 toneladas em breve estarão cara a cara inaugurando um novo tipo de espetáculo, já retratado em obras de ficção científica: as batalhas de robôs gigantes.

A Megabot publicou nesta semana um vídeo bem humorado apresentando Mark II, “o primeiro robô gigante pilotável completamente funcional” dos Estados Unidos.

Os fundadores da Megabot, Gui Cavalcanti e Matt Oehrlein, aparecem no vídeo usando a bandeira dos EUA como capa e explicam que “por serem americanos” equiparam Mark II “com canhões muito grandes” de paintball antes de desafiar a Suidobashi e seu modelo Kuratas para um duelo.

O vídeo de resposta de Kogoro Kurata, diretor-executivo da empresa japonesa, demorou um dia para chegar. O engenheiro e principal criador do Kuratas se cobriu com uma bandeira japonesa para dizer que aceitava o desafio da Megabot.

“Parece muito interessante (a proposta)”, disse Kurata, que fez uma provocação, ao dizer que seu adversário poderia ter feito melhor.

“Construir uma coisa gigante e colocar canhões, isso é tão americano… Não podemos permitir que outro país ganhe, os robôs gigantes são parte da cultura japonesa”, disse em tom de deboche, antes de dizer que sua intenção é acabar com Mark II. EFE

asb/cd/vnm