Japão vê como “muito provável” que vídeo da decapitação seja autêntico

  • Por Agência EFE
  • 01/02/2015 02h08
Estado Islâmico divulga vídeo mostrando corpo decapitado de Kenji Goto

O governo do Japão considerou “muito provável” que o vídeo publicado na internet pelo Estado Islâmico (EI) mostrando o corpo decapitado do jornalista japonês Kenji Goto seja autêntico, disse neste domingo (1) o ministro porta-voz, Yoshihide Suga.

Ao ser perguntado em entrevista coletiva se o Executivo considera que o corpo decapitado que aparece nas imagens é o de Goto, Suga declarou que, “levando em conta a análise realizada pela equipe científica da Agência Nacional de Polícia, é muito provável que seja autêntico”.

Suga insistiu também em que o Executivo não teve contato direto com o EI, que exigia a libertação da extremista iraquiana Sajida al Rishawi, condenada à morte na Jordânia, em troca de entregar Goto, detido desde outubro, e o piloto jordaniano Moaz Kasasbeh, em poder do EI na Síria desde dezembro.